Carros Moda Masculina Moderno

PEUGEOT 2008 2016

Olá pessoal, hoje vamos falar de um lançamento da Peugeot para concorrer em um dos segmentos mais disputados do mercado automotivo: o de SUV’s/Crossover. O carro escalado para essa difícil missão é o 2008. Ano 2008? Não, o nome do carro é esse mesmo, gera um pouco de confusão, né? 2008 2016. Enfim, acredito que a Peugeot poderia ter pensado melhor na escolha do nome do pequeno jipe. Porém, nos outros quesitos ela caprichou!

 

PEUGEOT-2008-2016_GDG2016

 

DESIGN – Vamos começar pelo design, ele reaproveita peças de seu irmão menor, o 208, tanto externa quanto internamente. Seu visual é bastante atual e está de acordo com a identidade visual da marca. Linhas arredondadas e vincos discretos. Nos faróis e lanternas as linhas são bastante ousadas garantindo assim um grande diferencial, além das luzes em leds com assinatura da marca. Seu teto também tem um relevo a partir das portas de trás, deixando o pequeno SUV com um aspecto maior na traseira.

 

Porém esse aspecto é apenas estético e não traz benefícios de espaço para o carro. Por falar em teto, ele é panorâmico, todo de vidro, a coisa mais linda! Mas é fixo, não abre, serve apenas para iluminar a cabine e deixar a vista da cidade mais atraente.  A carroceria é cercada de cromados, tanto nas laterais quanto na frente. A traseira recebe um para-choque encorpado com apliques em prata para garantir o aspecto de robusto.

 

PEUGEOT-2008-2016_B_GDG2016

 

O desenho da tampa do porta malas deixa uma dúvida: É um SUV ou uma Minivan? A Peugeot o caracteriza como Crossover, mas não podemos negar a semelhança com a finada perua da mesma marca, o 207 SW Escapade. Ele vem com rodas exclusivas diamantadas, pintadas de prata e cinza, conferindo um ar de modernidade para o carro. Os detalhes que chamam a atenção são as escritas da marca “Peugeot” na frente e atrás.

 

INSIDE – Por dentro o acabamento é caprichado, desde os materiais utilizados, até os seus encaixes. A cabine é forrada por um plástico rígido, porém agradável ao olhar e ao toque, texturizado e moderno. Os plásticos que arrebatam o painel e as portas são lisos e de tons diferentes, para alegrar a cabine sóbria. Maçanetas das portas são de aço escovado, trazendo beleza e sofisticação ao veículo. No painel central, o material é black piano e confere também, modernidade ao projeto.

 

Os bancos tem ótimo tecido, costura e textura, extremamente agradáveis e confortáveis. Vamos aos itens que mais chamam a atenção. Ao entrar no carro, a impressão é que ele faz parte de uma categoria superior, pois nenhum de seus concorrentes oferece tanta qualidade, detalhes de acabamento e itens de série. Além dos aspectos visuais que muito agradam, o carro tem central multimídia sensível ao toque com rádio, ligações por bluetooth, gps, computador de bordo e entrada USB.

 

PEUGEOT-2008-2016_C_GDG2016
O ar condicionado é digital e bi-zone (você e o passageiro podem escolher diferentes temperaturas do ar, acabou a briga!), vidros e travas elétricos. O volante tem o raio menor que o comum (Sport Drive), isso gera uma sensação muito interessante em quem o conduz, a impressão é que a direção fica mais fácil e leve, mas também graças a direção elétrica. O volante também tem regulagem de altura e profundidade, além do acabamento em couro, conta também com os comandos de som acoplados.

 

Os detalhes não param por aí, tem porta luvas refrigerado, retrovisores elétricos e piloto automático. Tem também sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, o que facilita e muito as manobras nas vagas de shopping e demais estacionamentos. Detalhe de acabamento para o freio de mão que tem o formato de uma alavanca.

 

Vale ressaltar que apesar de ser considerado um SUV sua posição de dirigir não é tão alta quanto dos outros concorrentes, e o espaço interno é praticamente idêntico ao seu irmão menor, o 208. Mas o porta malas garante viagens tranquilas, pois comporta até 402 litros.

 

MOTOR – O motor é Flex 1.6 e tem opção com câmbio automático de 4 marchas. Isso garante um bom rendimento do carro na estrada e agilidade na cidade. Porém o consumo fica maior uma vez que o câmbio está um pouco defasado, tendo em vista que os lançamentos de outras marcas (inclusive de seus concorrentes) são de 6 marchas. Existe a opção com câmbio manual também. A Peugeot disponibiliza o carro em 5 cores, mas apenas 1 é gratuita: Vermelho Rubi. Nas cores Cinza, Preto e Marrom você paga mais R$ 1.190,00 e na cor branca (assustem) o valor é de R$ 1.590,00.

 

PEUGEOT-2008-2016_D_GDG2016

 

O carro é bem construído, com itens de série que os seus concorrentes não possuem nem como opcional. Seu preço está dentro do aceitável para a categoria: de R$ 68.590,00 até R$ 82.580,00. Os pontos negativos do veículo são: o custo de manutenção que ainda não é tabelada, além da altíssima desvalorização do carro por se tratar de um Peugeot (a marca ainda tem dificuldades de aceitação no mercado Brasileiro, tanto em novos quanto em seminovos) e é preciso verificar se o custo do seguro vai caber no seu bolso.

 

O carro vale a compra pelo excelente custo benefício que concede ao proprietário, design, itens de série e conforto são imbatíveis. Se busca um veículo para Off-Road sua melhor compra não é o Peugeot, pesquise sobre Jeep Renegade, Honda HR-V, Hyundai Tucson e Ford EcoSport. O 2008 é ideal para rally no shopping.

 

Até a próxima!
Diógenes de Oliveira | Comunicador
                       @diogenesoficial

No Comments

Leave a Reply